sábado, 7 de julho de 2007

O outro lado do Live Earth

Tenho estado a acompanhar o Live Earth através da Antena3 e ao que parece este evento tem um lado mau.O facto dos artistas viajarem de avião(o mais poluente de todos os meios de transporte),juntamente com as suas comitivas e instrumentos causa um grande impacto na emissão de CO2.A isto junta-se a deslocação de milhões de pessoas para assistirem aos concertos e todo o palco,luzes e outros que fazem parte do espectáculo.Pelo que ouvi,estas emissões chegam aos milhares de toneladas de CO2.
É claro que se o número de pessoas que é esperado assistir tentarem mudar o seu comportamento ,então irá compensar.
Apesar deste lado negativo do Live Earth, é de realçar que existiram alguns cuidados para minimizar os impactos ambientais do evento,como a utilização de lâmpadas económicas.
No Pavilhão Atlântico os bilhetes são de papel reciclado e todas as emissões provocadas pelo espectáculo em Lisboa vão ser compensadas através da empresa Carbono Zero.
Os Linkin Park prometeram ,também, plantar uma árvore por cada pessoa que vá assistir aos seus concertos ao vivo,o que vai representar muitos milhões de árvores plantadas .
Nem tudo é mau.

3 comentários:

eduardo catarino disse...

olá ana..
só um detalhe : o meio de transporte mais poluente é o automóvel, não o avião... é claro q enquanto voa, o avião polui bastante, mas fá-lo por "pouco tempo" e com "muitas pessoas a bordo". se todos esses passageiros viajassem de carro, o CO2 produzido, seria muito maior... Pior que isso : uma grande parte dos carros é utilizado só por uma pessoa, quando na realidade tem 5 lugares...
obviamente, seria preferível que todos andassem de comboio, mas isso nem sempre é possível...

lpgreatfan disse...

só uma correcção: é linkin park e não linking park...eheh..;)
e concordo com tudo o que aqui foi dito...temos que reduzir as emissões poluentes porque senão o planeta em que vivemos vai-se tornando cada vez pior...

Ana disse...

A correcção já está feita.
Obrigado pelos comentários!